quarta-feira, 27 de agosto de 2008

DJALMÃO, ESSE É O CARA...




Na favela dois homens entram num barraco arrastando um cara pelos braços. Lá dentro, o Djalmão, um negão enorme limpa as unhas com um facão.


- Djalmão, o chefe mandou você comer o CÚ desse cara aí, que é para ele aprender a não se meter a valente com o nosso pessoal.


- Pode deixar ele aí no cantinho que eu cuido dele daqui a pouco.


Quando o pessoal sai o rapaz diz:


- Ô seu Djalmão, faz isso comigo não, depois de enrabado minha vidavai acabar, tem piedade pelo amor de Deus o homem santo.


- Cala a boca e fica quieto aí!


Pouco depois mais dois homens arrastando outro cara:


- Esse ai o chefe mandou você cortar as duas mãos e furar os olhos é para ele aprender a não tocar no dinheiro da boca.


- Deixa ele aí que eu já resolvo.


Daí a pouco chega outro pobre coitado:


- Djalmão, esse o chefe quer que você corte o pinto e a língua para ele não se meter com mais nenhuma mulher da favela!


- Já resolvo isso. Bota ele ali no cantinho junto com os outros.


Mais alguns minutos entra outro:


- Aí Djalmão, esse aí é pra você cortar em pedacinhos e mandar cada pedaço pra família dele.


Nisso o primeiro rapaz diz em voz baixinha, baixinha:


- Seu Djalmão, por favor, com todo respeito, só pro senhor não se confundir: o cara do cú sou eu, tá?


(ta vendo, conforme a gente vai conhecendo os problemas dos outros percebemos que o nosso nem é assim, um problema).

5 comentários:

Roberto de Freitas disse...

Excelente!!!

Fabi disse...

Nessa altura do campeonato o cara já se depilou todo e passou perfume. hahahahahahaha

Anna Sawka disse...

Pimenta no olho dos outros pode ser tudo menos refresco, kkkkkk...

Ana Paula Soares disse...

Boa amiga!

Carol disse...

Caracas, ele ainda acha que servir o CU é demais?! hahahaha.